Leia mais
0 Comentário
79 Visualizações

MINHA CASA MINHA VIDA TAMBÉM CHEGARÁ A VARGEM GRANDE

Assim como aconteceu no Recreio dos Bandeirantes, onde moradores foram surpreendidos com uma placa anunciando a construção de um condomínio do Minha Casa Minha Vida no Pontal Oceânico, no último domingo foi a vez de residentes de Vargem Grande se depararem com uma placa dando conta de que o programa de habitação do governo federal também chegará a Estrada do Sacarrão 860.

Leia mais
Leia mais
0 Comentário
451 Visualizações

LAURA CARNEIRO FAZ LIVE COM SÉRGIO CASTRO SOBRE MERCADO IMOBILIÁRIO

No dia 10/08, o diretor da Sérgio Castro Imóveis e presidente do DIÁRIO DO RIO, Claudio Castro, fez uma live pelo Instagram com Laura Carneiro, ex-deputada federal e pré-candidata à vereadora da capital fluminense nas eleições municipais deste ano pelo partido Democratas (DEM). O tema da conversa foi ”Rio de Janeiro e o Mercado Imobiliário”.

Leia mais
Leia mais
0 Comentário
721 Visualizações

Comissão da Câmara aprova direito de mãe amamentar em concurso público

Bebês de até seis meses seriam beneficiados com a permissão; texto permanece em discussão na Casa

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou nesta segunda-feira (4) um projeto de lei que garante às mães o direito de amamentar filhos de até seis meses de idade durante provas de concursos públicos, desde que solicitado antecipadamente.

Leia mais
Leia mais
0 Comentário
672 Visualizações

Parlamentares mulheres comemoram decisão ‘histórica’ do TSE sobre fundo

BRASÍLIA — Se por um lado as integrantes da bancada feminina comemoram a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de determinar que 30% do fundo de campanhas sejam gastos em candidaturas de mulheres como “histórica”, há divergências sobre a atribuição da Corte de legislar sobre essa matéria. O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, defende o incentivo a candidaturas de mulheres, mas diz que o Congresso já havia legislado sobre o assunto e não caberia ao TSE mudar esse entendimento. A legislação eleitoral já garante uma cota de 30% para as mulheres nas vagas de candidatos, agora o mesmo percentual foi definido para a distribuição dos recursos.

Leia mais
Leia mais
0 Comentário
637 Visualizações

Deputados aprovam aumento de pena para estupro coletivo

Projeto, que vai ao Senado, criminaliza divulgação de cenas do ato.

BRASÍLIA — A Câmara dos Deputados aprovou ontem projeto de lei que aumenta a pena para o estupro coletivo e tipifica o crime de divulgação das cenas do ato. Uma emenda apresentada pela relatora, a deputada Laura Carneiro (sem partido-RJ), atribuiu diversos agravantes para o crime. O texto, que segue para ser apreciado pelo Senado, define como pena aos crimes citados a reclusão de um a cinco anos para quem apenas divulgou. No caso do estupro coletivo, a penalidade pode aumentar de um a dois terços em relação às penas previstas hoje, que vão de 6 a 30 anos.

Leia mais