Laura Carneiro repudia toda forma de violência

Laura Carneiro repudia toda forma violência

Laura Carneiro repudiou a violência da jovem estuprada por 33.

“Todo meu repúdio à atitude desumana destes 33 monstros que violentaram uma jovem de 16 anos. Estes seres “humanos”, que não satisfeitos com tamanha maldade, ainda publicaram o crime nas redes sociais. Eu digo não! Não à violência contra mulher! Não à impunidade! Não foram 33 homens contra apenas uma jovem, a violência foi praticada contra todas nós.

Somos a maioria neste país, mulheres guerreiras que lutam por seus direitos, pela sobrevivência e por paz. Não podemos mais permitir que este tipo de barbárie aterrorize nossas mentes e nos torne prisioneiras da insegurança. Justiça para essa jovem é um pouco de justiça para todas nós brasileiras!

É inominável, hediondo! Crime bárbaro e covarde, perversamente divulgado pelos próprios agressores. Que tipo de ser humano exalta a violência dessa forma? Justiça verdadeira para essa jovem é justiça para todo o Brasil: para cada avó, para cada mãe, para cada filha, para cada irmã, para cada neta; para cada avô, para cada pai, para cada filho, para cada irmão, para cada neto.

No Brasil, uma mulher é estuprada a cada 11 minutos e apenas de 30% a 35% dos casos são registrados. No Estado do Rio, foram 5,7 mil casos. Atualmente a pena é de 6 a 10 anos de reclusão para o criminoso, aumentando para 8 a 12 anos se há lesão corporal da vítima ou se a vítima possui entre 14 a 18 anos de idade, e para 12 a 30 anos, se a conduta resulta em morte. Seria essa punição suficiente? Não!

Como Cidadã, Mulher, Filha, Mãe e Deputada federal do Rio de Janeiro e do Brasil, já estou trabalhando para que a punição seja exemplar! Basta de barbárie!”

Compartilhe

TwitterFacebookGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *