Por Laura Carneiro – A Cultura do Estupro tem que acabar!

Laura Carneiro contra a cultura do estupro

A Cultura do Estupro tem que acabar!
E estou trabalhando para isso na Comissão Externa sobre o estupro coletivo, na Câmara dos Deputados. É importante que todos em nosso país reflitam, profundamente, sobre o processo histórico de violências que a mulher sofre nas ruas, em casa e no seu ambiente de trabalho.

O que faz um ser humano imaginar que a mulher seja um “ser” que se pega, que tome para si sem cerimônia, de modo autoritário. O corpo da mulher pertence somente a ela e é sujeito de sua vontade. O conceito de mulher objeto precisa, definitivamente, ser banido de nosso contexto social.

O Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro aponta que são registrados 13 casos de estupro por dia, em que 64% das vítimas são menores de 17 anos. Grande parte desses crimes é cometido por parentes ou pessoas conhecidas. Entendemos que esse número é subdimensionado, pois a maioria das vítimas não pode falar. Permanecem silenciosas, pois, muitas vezes, o agressor está no seio de sua família.

O abuso e a agressão às mulheres tornou-se, infelizmente, uma cultura nefasta, não só do estupro, mas da impunidade!

Compartilhe

TwitterFacebookGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *